Pela segunda vez esta semana, superintendente do CAIS participa de audiência pública na ALMG e adverte: "Políticas públicas voltadas para o autismo são insuficientes"

26.04.2017

 

A conclusão foi feita em Audiência Pública da Comissão de Saúde, realizada hoje (26/4) na ALMG, na qual foi cobrada melhoria no atendimento pelo poder público. A superintendente do Centro de Atendimento e Inclusão Social (Cais), Cristina Abranches Mota Batista, destacou que há um crescimento no número de pessoas com espectro do autismo, mas a implementação das políticas públicas é extremamente morosa.

Cristina Batista falou sobre as dificuldades que o Cais enfrenta para atender essas pessoas, diante da falta de eficácia das políticas públicas e da falta de previsão para credenciamento de determinados atendimentos.

(Com texto e foto da ALMG)

Please reload

© 2016 por CAIS  Centro de Atendimento e Inclusão Social.

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now